Para perder as temidas gorduras localizadas é preciso baixar o percentual de gordura no corpo. Para isso, a nutróloga e médica ortomolecular Liliane Oppermann afirma que é possível consumir alimentos que ajudam a moldar o corpo; confira!

Um dos alimentos que ajudam a modelar o corpo é o abacaxi. Esta fruta é fonte de fibras e tem vários minerais e vitaminas importantes para o equilíbrio do organismo. Além disso, mantém o estômago ocupado com a digestão por maior período, segurando a fome e diminuindo a sua chance de cair na tentação da gula

Outro tipo de alimento para modelar o corpo são as sementes e oleaginosas (nozes, avelã, amêndoas, castanhas, amendoim, pistache, sementes de gergelim e linhaça). Eles tem gorduras boas (insaturadas) e promovem a lubrificação intestinal. Só não vale exagerar, pois são calóricas

O ovo é uma ótima fonte de proteína, nutriente que tem uma estrutura molecular complexa, o que exige uma digestão lenta e assim deixa-nos sem fome por um bom tempo

Ameixa, mamão e tamarindo são considerados laxantes naturais. Eles contêm uma substância que não é prejudicial ao intestino, podem ser consumidos diariamente e ajudam a emagrecer

As saladas cruas são ótimas aliadas da dieta. As fibras das hortaliças ajudam no controle do colesterol e na manutenção do peso adequado, sem acúmulo de gorduras na barriga

Salmão, atum, bacalhau e sardinhas dentre outros são ricos em ômega 3, que protegem de obstruções coronárias e de acúmulo de gorduras no abdome, ajudando a perder a barriga

O arroz integral, diferente do branco, demora mais tempo para ser digerido por causa da sua camada extra de casquinha (fibras). A sensação de saciedade dura mais tempo e você não pensa tanto em comida entre as refeições

A abóbora tem muita fibra e demora para ser digerida. Ótima opção para dietas, pode comer sem medo de engordar

Além dos oito alimentos para modelar o corpo, a nutróloga e médica ortomolecular Liliane Oppermann dá algumas dicas para quem quer emagrecer:

Tome muito liquido. Os líquidos ativam o poder das fibras na regulagem do aparelho digestivo, eliminando toxinas e exterminando gorduras. O ideal é consumir cerca de 2 litros por dia

Não pule refeições, quando você deixa de comer na hora certa, o organismo estoca gordura para garantir seu funcionamento

Na hora de comer, mastigue sem pressa. Assim, o cérebro assimila a recepção da comida e emite sinais de saciedade para você não comer demais

Prefira cozinhar os alimentos no vapor, assim você conserva os nutrientes e corta boa parte das calorias, já que não precisará utilizar nenhum tipo de óleo ou margarina

Quando for consumir derivados de leite, prefira os desnatados que possuem pouca quantidade de gordura na composição

Substitua o açúcar pelo adoçante ou mel, e também troque os alimentos refinados pelos integrais

Evite bebidas gasosas que aumentam a concentração de gases no tubo digestivo e dilatam a barriga

Evite cerveja e chope, pois ambos dilatam o estômago, além de serem calóricos

Evite frituras como petiscos, bifes à milanesa, combinação arroz-feijão-carne-batata-farofa, empadão de carne, eles são grandes produtores de gordura e de barriga

Evite bebidas feitas com leite nas refeições. O cálcio desse alimento atrapalha a absorção do ferro da refeição pelo corpo

PUBLICIDADE