Você se sente física e emocionalmente exausto? Sente que o trabalho está dominando a sua vida? Como um grande número de trabalhadores, você pode estar a beira da Síndrome de Burnout; entenda.

Ela pode aparecer quando um trabalhador atinge níveis altíssimos de desgaste físico, emocional e mental.

Em outras palavras: metas inatingíveis, planejamentos ou objetivos extremamente difíceis e a exigência de capacidades que vão além das que o colaborador possui são alguns dos principais agravantes desse mal.

Para fugir da síndrome de Burnout em 6 passos

1º – Abandone o lema “Meu nome é trabalho”. Não coloque todos os ovos numa cesta só. Diversifique as fontes de gratificação e descubra seus hábitos de prazer. Leia mais, vá ao cinema, curta os amigos e os pets.

2º – Faça uma avaliação sobre custo e benefício: o que o atraiu nesse emprego e o mantém aí? A possibilidade de ajudar as pessoas? O salário? Seja qual for a motivação, focalize no que é positivo em vez de olhar os aspectos negativos que, em geral, são muitos.

3º – Restabeleça contatos profissionais. Faça networking, procure novas chances no mercado ou em outro setor da empresa se o que você faz, no momento, significa exaustão.

4º – Atenção aos sinais emitidos por seu corpo. A exaustão pode ser sintoma de várias doenças, de anemia a distúrbios da tireoide. Na dúvida, consulte um médico. Se for estresse, procure desacelerar o ritmo e faça uma coisa de cada vez.

5º – Cuide de seu estilo de vida. Alimente-se bem, em horários regulares, sem exagerar no álcool e na cafeína. Durma o necessário para acordar reanimado.

6º – Inclua exercícios físicos na rotina. Eles ativam a circulação, estimulam o metabolismo, energizam e ajudam a administrar o stress.

Conte com o apoio da família, dos amigos ou de uma prática espiritual.

PUBLICIDADE