Comportamento Emocional

Levantamento feito pelo Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios) com 6.945 estudantes, de 15 a 26 anos, revela que colegas que fazem fofoca são os que mais atrapalham em uma equipe de trabalho.

Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos – mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.

Velhos hábitos são mesmo difíceis de largar - sejam eles bons ou maus. Um estudo no periódico Journal of Personality and Social Psychology contradiz a ideia de que, quando estamos sob pressão, somos guiados a hábitos criticados, como comer ou comprar em excesso.

Quem se encontra nesta situação deve procurar ajuda, aprender a se ver com outros olhos e desenvolver uma visão mais amorosa de si mesmo

Confundir a doença com tristeza e personalidade mais fechada atrapalha o tratamento

Num misto de solidariedade e compromisso, aprendemos desde a infância a estar sempre à disposição

Novos estudos propõem como cada um pode encontrar seu próprio bem-estar.

A resposta de qualquer pai ou mãe, questionado sobre o que deseja para os filhos, está sempre na ponta da língua: “Só quero que sejam felizes”.

Quando toco nesse tema em meus atendimentos, questiono para o paciente o que significa para ele perdoar... e é comum ouvir: "esquecer o que aconteceu".

Estamos rodeados de pessoas invejosas, pessimistas, narcisistas... Aprenda a identificar quem são

Ao contrário do que deveria ser, o ato de dormir compete com outras milhares de atividades do dia a dia: uso de celulares, verificação de emails, interação nas redes sociais, tarefas domésticas a questões profissionais são alguns dos pontos, de acordo com especialistas do sono.

Especialistas explicaram como ocorre a compulsão por comida e compras. No caso da alimentação, anotar o que come e se planejar pode ajudar.

Além da inteligência e da capacidade de analisar criticamente as situações, os humanos são dotados de empatia, nome da habilidade de se colocar no lugar do outro, de identificar o sentimento da outra pessoa e compartilhá-lo.

Especialistas de diferentes áreas prescrevem anotações pessoais para aperfeiçoar o tratamento e melhorar planos de exercícios

O maior desafio de se conviver com as diferenças é interagir com as situações cotidianas que envolvem pessoas pertencentes a grupos minoritários. Desde o beijo de namoradas no metrô até um colega de classe negro que entrou na faculdade pública, não só, mas principalmente em virtude das políticas de cotas.

Do momento em que você acorda até a hora que volta para a cama é preciso tomar decisões o tempo todo. Salvo as escolhas simples, como qual roupa vestir ou o que fazer para o jantar, muitas decisões exigem certo nível de reflexão, já que as consequências delas terão impacto na sua vida e até na vida das pessoas com as quais você convive. No entanto, segundo os especialistas, quanto mais nos concentramos em um determinado problema, mais complicado é resolvê-lo.

A facilidade de se comunicar com outras pessoas por meio de mensagens de texto e redes sociais tem prejudicado a capacidade dos garotos de flertar com as garotas. Segundo um estudo feito por Catherine Steiner-Adair, psicóloga da Universidade de Harvard (Estados Unidos), os meninos, pelo fácil acesso à pornografia, acham que as meninas são descartáveis e, por isso, têm utilizado um linguajar insensível. As informações são do jornal britânico "Daily Mail"

A meta de todas as pessoas é encontrar a felicidade. Essas dicas vão diminuir o seu caminho até ela

Trabalhadores em postos-chave e que lidam com muitas obrigações podem estar em risco de desenvolver altos níveis de estresse mental.

Pessoas que usam o Facebook com frequência para fazer posts sobre dietas, rotinas de treino e conquistas na academia tendem a ser narcisistas, revelou um estudo conduzido por psicólogos da Brunel University London.

No final do mês passado, a afirmação do presidente de uma famosa marca de roupas americana (febre entre os adolescentes) foi bastante criticada nas redes sociais. De acordo com o executivo, a marca de roupas deles era feita para pessoas magras e bem sucedidas.

Uma cena muito comum é a de um grupo de jovens sair do cinema e programar um jantar. Mesmo sem perceber, cada um deles ingeriu um balde de pipocas com cerca de 1200 calorias, durante o filme, além de outro balde de refrigerante.

Essas frases vão fazer você repensar seus conceitos. Não apenas sobre empreendedorismo

Veja como identificar se você tem baixa autoestima e sofre com esse problema

Você se sente física e emocionalmente exausto? Sente que o trabalho está dominando a sua vida? Como um grande número de trabalhadores, você pode estar a beira da Síndrome de Burnout; entenda.

Velhos hábitos são mesmo difíceis de largar - sejam eles bons ou maus.

No ano passado, um artigo publicado no The Wall Street Journal chamou atenção dos leitores, pois ele descrevia que, segundo advogados especializados em divórcio nos EUA, a maioria dos casos atuais de separação foi decorrente de interações iniciadas no mundo virtual, isto é, trocas constantes de e-mails, envio de mensagens de texto por celular e, principalmente, contatos sucessivos estabelecidos através das redes sociais, contribuíram para que 80% das divergências afetivas tivessem origem no mundo cibernético.

Você quer ser mais feliz e eficiente? Aqui está uma lista do que você precisa mudar para conseguir isso

O maior engano de algumas mulheres no Jogo da Conquista é achar que elas precisam ser perfeitas para encontrar alguém. Você não conquistará o cara que procura sendo uma miss de concurso de beleza em busca da paz mundial.

O sucesso do filme "O lado bom da vida" e a banalização dos transtornos mentais

Conheça 5 sentimentos que fazem muito bem à saúde e ao bem-estar e aprenda a estimulá-los

Segue abaixo algumas dicas do e-book "Enriquecer e Envelhecer", dos economistas Luiz Calado e Ricardo Rocha (Andato Editora, R$ 6,62, venda exclusiva pela Amazon). Como se preparar para viver com tranquilidade financeira na velhice é a proposta do e-book.

Apesar de não podermos ainda dominar o envelhecimento, é possível fortalecer nosso organismo e envelhecer de forma natural e suave, com qualidade de vida.

O ciúme pode ser um veneno para qualquer casal quando assume sua pior faceta, a patológica: a desconfiança toma conta de tudo e um não dá ao outro o direito de ter, no relacionamento, espaço pessoal. Bem administrado, no entanto, o sentimento pode trazer benefícios à relação.

A empatia é a capacidade de reconhecer e sentir as emoções de outras pessoas. Simpatia sentir compaixão por outras pessoas. Muitas vezes para ser um "empata" significa que você estará absorvendo grande parte da dor e sofrimento em seu ambiente, o que pode sacrificar sua capacidade de se expandir a um nível mais elevado.

Um novo livro ensina a usá-lo bem – sem estresse nem ansiedade

O que leva alguém a perder o controle do que come e engordar até correr o risco de morte? Compulsão. Assim como as demais dependências, a obesidade mórbida já é considerada por alguns especialistas uma consequência de um vício. Vício por comida.

Depois de ter conquistado o aumento da expectativa de vida, o homem do século 21 tem como desafio aprender a viver bem. Equilibrar os diversos setores de sua vida é o primeiro passo para viver com qualidade.

O contato afetivo com alguém envolve uma “explosão” de hormônios causadores das sensações de prazer e felicidade. Além disso, amar e ser amado nos faz mudar a rotina para melhor. Ficamos mais preocupados em manter uma boa aparência, comemos melhor, e tendemos a ver o mundo de uma maneira mais positiva, explica o psiquiatra Alexandre Saadeh, especialista em sexualidade do IPq (Instituto de Psiquiatra da USP).

Bravo, intolerante, antipático, alguém que sempre acha que os outros não prestam e que enfatiza a falsidade da vida e das pessoas. Essas são algumas características típicas do mal-humorado, de acordo com a descrição do psiquiatra e psicanalista Elko Perissinotti, vice-diretor do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (HC-USP).

Saber quais são as nossas habilidades e investir no aprimoramento delas é uma forma eficiente de favorecer o desenvolvimento pessoal e profissional e até garantir relacionamentos mais felizes. Afinal, dedicar-se a um objetivo é muito mais satisfatório quando sabemos onde investir a própria energia.

“Ter um caso faz bem ao casamento.” É o que diz a socióloga inglesa Catherine Hakim. Em seu novo livro ela explica porque as relações extraconjugais tornam os casais mais felizes. Essa ideia não é fácil de ser aceita. Afinal, um dos pressupostos da nossa sociedade é o de que o casal monogâmico é a única estrutura válida de relacionamento sexual humano, sendo tão superior que não necessita ser questionado.

Se você quer ser bem sucedido, há uma maneira certa de fazer isso

Por que a discussão realista sobre os problemas da paternidade causa tanto desconforto – e como ela pode ensinar os casais a sofrer menos.

Muito mais do que uma manifestação de felicidade, o riso e suas variações emanam conforto, revelam-se uma verdadeira terapia para o corpo e a alma. Aplicado com fins terapêuticos, ou não, desperta um bem-estar quase indescritível tanto em quem dá quanto em quem o recebe.

Confira as 10 dicas da escritora Daylle Deanna Schwartz, listadas no site da "Inc." para você ser mais feliz todos os dias.

Talentosos, inteligentes e politicamente corretos, durante onze anos a atriz Gwyneth Paltrow e o cantor Chris Martin, da banda Coldplay, encarnaram o modelo de casal perfeito. E, no último dia 25 de março, eles se tornaram também referências de descasados bem resolvidos, depois que o blog da atriz, o Goop.com, publicou o post intitulado "Conscious Uncoupling", termo que a imprensa brasileira traduziu como "separação consciente".

Dores no corpo, memória falha, ganho de peso... Livre sua saúde de males como esses driblando as tensões do dia a dia

Na contramão da sociedade contemporânea, homens e mulheres optam por uma vida mais simples. Eles garantem que são mais felizes. Conheça as histórias

Desde crianças recebemos orientações sobre a importância de comer devagar, mastigando bem os alimentos. A forma correta como mastigamos ajuda o organismo a produzir enzimas que facilitam o processo de digestão. A mastigação correta é aquela que quebra, tritura e reduz a comida em pequenas porções, que facilitam uma melhor absorção dos nutrientes.

Quando o sentimento passa a atrapalhar situações corriqueiras, o ideal é buscar uma avaliação psicológica

Quem tem problemas de memória deve, em primeiro lugar, mudar de comportamento e tentar se organizar melhor

A necessidade de conciliar trabalho e outros afazeres nos dias de hoje tem aumentado de maneira expressiva. Todos parecem ter que ser hábeis em fazer tudo ao mesmo tempo e agora. Bem, se você ainda não sabe, multitarefa é a habilidade de realizar várias coisas ao mesmo tempo. Provavelmente você já faz isso sem saber.

O estresse nos faz comer mais, isso é um fato. E mesmo que você coma de forma saudável e faça exercícios, ficar estressado pode fazê-lo parar de perder peso.

No Yoga existe um conceito chamado Brahmacharya que pode ser entendido como "não desperdiçar energia desnecessariamente", e muitas vezes nós desperdiçamos essa energia até de maneira inconsciente. Dalai Lama cita 10 "ladrões" da nossa energia, confira e use esta lista para tentar economizar a sua.

No livro “Mulheres que Correm com os Lobos”, Clarissa Estés fala sobre uma síndrome muito conhecida por todos nós: a do “patinho feio”.

Sua mesa de trabalho é organizada, com livros, pastas e papéis alinhados e canetas no lugar certo? Ou parece mais com um quartinho de bagunça?

Publicado no Journal of Personality, pesquisadores das universidades de Jena e Kassel (Alemanha) procuraram identificar quais seriam os efeitos que os relacionamentos afetivos poderiam criar nos indivíduos que compõem uma relação amorosa.

"... uma ação nossa pode desencadear algo que se espalha para muitas outras pessoas e inclusive retornar a nós mesmos"

O sobe-e-desce hormonal pode alterar a disposição e o humor. Dê mais atenção ao corpo e à saúde e explore experiências novas e revigorantes.

Ao longo da vida, em especial no início da adolescência, é comum traçar vários planos e metas para o futuro: casar com uma determinada idade e ter um certo número de filhos, por exemplo. Ou não casar nem ter filhos e curtir uma vida de aventuras e viagens. E alcançar sucesso e reconhecimento na carreira antes de chegar aos 30, ganhar dinheiro suficiente para comprar a casa e o carro dos sonhos, ajudar pessoas queridas...

Embora o conceito tenha se transformado através dos anos, liberdade continua implicando em responsabilidade

Tudo depende de como é cada pessoa e também da cultura na qual está inserida. Nossa sociedade é capitalista e valoriza mais o "ter" do que o "ser" ? e talvez isso justifique o porquê de se incentivar o consumo

Muitos jovens e adultos, na ânsia de definirem a musculatura, tendem a "pular etapas" ao perceberem que modelar o corpo através de exercícios é algo demorado e sofrido, e por isso, acabam recorrendo aos anabolizantes.

Agora eu sei por que ganhei uns 15 kg quando tinha 20 e poucos anos: eu estava solitária. Havia ido para o Meio-Oeste atrás de escola e emprego e não conhecia ninguém. Preenchia meus dias e noites de solidão com comida, especialmente balas, biscoitos e sorvetes. Não consegui controlar minha alimentação até que voltei para Nova York e para a minha família e comecei a namorar meu futuro marido.

"O casamento é um oásis de horror em um deserto de monotonia." , disse o poeta francês Charles Baudelaire (1821-1867). Não há dúvida de que existem casamentos ótimos, mas nem sempre a vida a dois é fácil de suportar. A questão da semana é exatamente sobre isso: o caso da mulher que se sente profundamente sozinha no casamento.

Você vive mesmo um relacionamento satisfatório ou ao avaliar o assunto de maneira sincera acaba pesando prós e contras que nada têm a ver com o amor? Especialistas apontam as situações mais comuns que indicam que o comodismo tomou conta da sua vida amorosa (e que o futuro do seu relacionamento depende de circunstâncias que não incluem, necessariamente, o afeto).

O sentimento de rejeição é provavelmente a ferida psicológica mais comum e recorrente nas nossas vidas, afirma o livro "Emotional First Aid" (Primeiros Socorros Emocionais).

... a inteligência é uma construção.
O mundo não nos é dado pronto e acabado, construímos o nosso mundo.
E essa construção sofre influência de nossas convicções, crenças, atitudes"

Superar o fim de um romance, principalmente se a decisão pelo término não foi sua, não é tarefa das mais fáceis. E em muitos casos, quanto mais você quer apagar alguém da cabeça, mais a lembrança dos momentos vividos insiste em perturbar. Isso acontece, em parte, porque a pessoa toma atitudes equivocadas.

A obesidade é socialmente contagiosa, diz um estudo da Universidade do Estado do Arizona (EUA).

1) Durma pelo menos oito horas e tente acordar sem despertador. Ele é uma agressão ao organismo.

Dorothy e Totó, Amélie Poulain, dr. House e todo o resto da humanidade, incluindo personagens fictícios e gente de carne e osso, têm em comum a busca obstinada pela felicidade.

Apartir do momento que nos acostumamos com certa dose de prazeres derivados de nos destacarmos, de chamarmos a atenção das pessoas, é possível que a simples inexistência dessa condição já seja percebida pela nossa consciência como desagradável e triste.